Será que a anorexia é apenas frescura de “patricinhas brancas”?

Janeiro 9, 2007

anorexia.png

Soube das mortes de Maiara Galvão, 14 anos, e Thayara Machado Brotto, 16 anos, via o site da Denise. Essas mortes levam-nos a refletir sobre a polêmica afirmação que a anorexia é “coisa de rico”. Ora, nem Maiara, nem Thayara eram ricas. Tampouco a modelo Ana Carolina, cuja ambição era “ajudar os pais pobres”.  A anorexia é cercada por preconceitos e mitos que só fazem piorar a situação pois muitas dessas meninas deixam de receber a devida atenção das famílias e até de profissionais de saúde. Muito provavelmente devido à fama de que anorexia é “frescura de patricinhas brancas e ricas”, Maiara levou três meses para ser diagnosticada com anorexia.  

A glamorização do mundo da moda e o “fácil” enriquecimento de algumas modelos, assuntos presentes na mídia do dia-a-dia, seduzem muitas cabecinhas. Imagino que, para muitas delas, tornar-se modelo, vira o “único” passaporte para uma vida melhor. De forma análoga, ainda que, felizmente, muito mais popular, está o futebol para muitos meninos.   

Maiara acalentava o sonho de ser modelo.

A anorexia é doença séria. Muitos médicos afirmam que a anorexia é o distúrbio psiquiátrico que mais mata na atualidade.

Advertisements

25 Respostas to “Será que a anorexia é apenas frescura de “patricinhas brancas”?”

  1. Regina Says:

    Cris,

    Que ironia! Outro dia mesmo, estavamos falando da anorexia e a questao da classe social.

    Obviamente, essa menina vinha de origens humildes (o pai era sapateiro). Talvez ela nao foi diagnosticada antes tambem pela falta de preparo por parte dos medicos da rede estadual sobre o assunto. E os pais nao tinham dinheiro (e talvez tambem nao soubessem muito sobre o assunto) para leva-la a um especialista.

    Eu nunca achei que anorexia seja frescura de patricinha. Mas naquele artigo que eu li no NT Times ha algumas semanas, a autora mencionou um estudo que revela que a anorexia so acontece em situacoes de abundancia. Por exemplo, ela falou que em partes do mundo onde as pessoas passam fome porque nao tem o que comer ainda nao foram registrados casos de anorexia. Achei interessante e faz a gente pensar.

    Pelo pouco que eu sei sobre a anorexia, essa doenca e’ uma maneira da jovem mostrar que tem controle sobre o proprio corpo, ja que ela sente que nao tem controle sobre mais nada na sua vida.

    Ainda assim, eu concordo com voce e com a Denise no que diz respeito ao papel da midia e do mundo da moda. Isso tudo influencia demais a meninada. Eu tb concordo com voce, quando essas meninas veem a foto da Gisele Bundchen e outras e o tanto de dinheiro que essas modelos ganham, elas provavelmente imaginam que se elas forem magras o suficiente tb poderao atingir esse sonho.

    Beijos,

    Regina

  2. Leila Says:

    E não se trata apenas de copiar o visual das modelos. Tem uma pessoa na minha família que teve anorexia quando pré-adolescente. Ela era gordinha e cismou que queria emagrecer – não comendo. Foi um emagrecimento super rápido e logo a aparência dela ficou pouco saudável, desmaiava de fome às vezes, mas a família ficou em cima e não deixou ela continuar com aquela neurose. Depois de alguns meses ela retomou uma aparência ótima, e não voltou a ser gorda. Mas “eating disorders” não desaparecem fácil, voltam de vez em quando ao longo da vida. Atualmente acho que ela está em recaída, mas ainda tem uma aparência boa.

  3. cris s Says:

    Regina,
    A questão é muito complexa mesmo. Há várias coisas na anorexia que me intrigam muito e muitas questões sem resposta. Às vezes eu estudo um pouco sobre a história da anorexia para ver se pego o fio da meada. Na Idade Média, a anorexia, como comprovam as vidas de algumas santas, era ligado à religião, à idéia de purificação. Mais recentemente, no século XIX, a idéia do corpo magro, com espartilhos p/ ter a famosa cintura fina, começou. E, desde então há uma tendência a achar que mulher magra é bonita.
    Mas há muitas contradições ainda. E acho que estamos presenciando um boom deste fenômeno.
    A mídia é muito responsável sim. Eu presencio isso porque vejo o papel que ela tem nas minhas filhas. Aqui no Brasil, Regina, a situação é MUITO mais triste do que nos EUA.

    Acho que em países onde há sérios problemas de falta de comida, como alguns países da África, a incidência de disturbios alimentares como anorexia deve ser nula.

    Mas o Brasil a anorexia é um problema muito sério. A pressão é enorme.

    Obrigada pelos excelentes comentários.
    Bjkas,
    Cris

  4. cris s Says:

    Leila,
    Espero q a sua parente saiba lidar com o problema. Se for crônico, precisa de um tratamento constante pois uma crise pode agravar o problema rapidamente.
    Já li que a anorexia está ligada à herança genética. Assim como a depressão, etc.
    Acho que há pessoas que são especialmente (geneticamente) suscetíveis às pressões da sociedade. Se a tua parente mora no Rio de janeiro, pior ainda. A ~pressão aqui no Brasil é algo terrível. Para a minha familia, por exemplo, eu nunca estou bem. Ou estou magra demais, ou cheia de mais. Go figure!!
    bjs,
    Cris

  5. Paula Says:

    Tenho 20 anos…e não acho que tenho anorexia, mas uma disposição para tal, acho que só não me tornei anoréxica porque tenho em mente que é errado e acho horrível garoptas cadavéricas. Porém queria dizer que não acho que seja a mídia que dê influencie para tal mas sim os que estão ao nosso redor, comentários do tipo ” vc esta megra mas ñ magrinha c/ antes” fazem com que vc tenha uma preocupação latente c/ seu peso e talvez evolua pra uma anorexia.

  6. Paula Says:

    Continuando: isso é péssimo e não tem como evitar..pois o problema nasce daí.. e ninguém diz isso por mal, nós é que interpretamos mal. queria deixar claro que ninguém nasce ou acorda anoréxica.. Primeiro vc tem 1,72cm e quer pesar apenas 50KG, vc faz loucuras e consegue, o comentários continua o mesmo ”vc é magrinha mas ñ c/ vc era antes”, então vc quer emagrecer + e +. vc perde músculo, carne, couxa, só vc que não vê… até que vc é uma anoréxica… (isso não aconteceu comigo, ainda bm), mas tenho sim um medo terrível de passar dos 50 e tantos kgs.

  7. cris s Says:

    Paula,
    Entendo o que você quer dizer e concordo. A pressão das pessoas é terrível mesmo e parece que você nunca está bem para os outros, né?
    Complicada essa história.
    Mas querida, veja que você é uma felizarda pois tem total consciência do que está ocorrendo em volta e sabe se defender, ainda que seja bem difícil. Pelo jeito você já é bem magra e, se a tua altura é 1,72, 50 kgs é um peso considerado baixo, né? Para que você iria perder mais ainda? Iria ficar como as meninas cadavéricas que vc não gosta!! 😦
    Bjkas e apareça sempre aqui.
    Cris

  8. ana Says:

    não consigo emagracer mesmo …

  9. teresa Says:

    tenho 28 anos estou acima do peso(muuuiiito). faço dieta mais nao perco muitos kl. tenho medo de adiquirir algum dos disturbios alimentares ,pois meu marido me faz muitas cobranças a respeito do meu peso, e por isso me sinto culpada por tudo,minha auto estima ja esta chegando a zero.

  10. tatxi Says:

    i like to see this woman picture …but is still so THIN!!but is still a relly

  11. ana Says:

    eu sou omeiguel
    e t6enho anorexia
    émt cocante

  12. grety yurity Says:

    nao ou magra tenho 1,85
    mai tenho 45 kg
    mai quero 25 kg

  13. cristiana Says:

    que horror estas pessoas sao mesmo magras

  14. Ana Says:

    muuuito interessante o site…aborda o assunto de um jeito bem claro e detalhado!
    Parabéns…
    mais eu queria muuuito saber se estou com o peso certo ou se persciso emagrecer um pokinho.tenho 1,75 e 47 quilos,ta tudo certo cmg ou ainda presciso perde alguns quilinhos???

    bjinhos

  15. telma Says:

    tenho 1metro e 62centimetros, 18 anos e peso 53 quilos, sinto me tao bem com o meu corpo, não consigo perceber pessoas que medem mais 10 centimetros, e pesam menos 10 quilos, e ainda pensam em emagrecer (refiro-me aos comentários a cima) chega a dar pena..
    parabéns pelo espaço..

  16. sinead Says:

    Soy de Chile, leí sus comentarios pero me parece que este no es un problema de clases sociales , por favor ,despierten
    Es un problema de soledad , de afecto, de autoestima .
    La chicas estan rodeadas de personas que lapidan sus opiniones, buscan estereotipos, basta ver como las madres pasean a sus hijas , exhibiendolas por si algún diseñador o fotografo importante las descubre en ” la semana de la moda en Brasil”.Eso es patético
    Si no lo logran, es como si todo fracasara, cuando son las frustraciones de los adultos los que conducen a estas chicas a exigirse más de lo adecuado, abandonadas a una profunda y exasperante soledad, en medio del mas bullicioso gentio
    Amor a los hijos , eso se necesita, caricias ,afecto que le den seguridad a sus criancas como dicen uds.
    Salir de la norexia parte por exigir modelos en las pasarelas que no anden con cara de perro famélico, chicas que tengan un peso adecuado, son horrible al verlas pasar , puros huesos, donde los vestidos ni les lucen ya que marcan sus huesos
    La gente que compra la moda es normal, los que hacen la moda no siempre lo son , cargan con trancas psicológicas que traspasan a sus modelos
    Es un círculo vicioso

  17. Thais Says:

    Seeii como é isso de anorexiaa…
    jahh tive..fiz tratamentoo..e vou voltar tudoo a qe eo eraa..os medicos me enganaram…flaram qe eu nao ia engordar..mais oqe aconteceu??
    fiqei pior qe eo eraa..comi qe nem uma doida loka por comida dps qe eo melhoreii..mass creioo qe se Anaaa quizer eoo ovlto pra elaa.. 😀

  18. leidiane Says:

    euu achu que so porque quem gosta de ser magra ou jaa foi magra num eh feliz eoo ja tive bulimiaaa e jaa fuiii feliz eh uma coiza difi;il de explica eoo num tenhu e tbm nao jugo pois eh difi;il de compreender qm tem sou muito feliz saiiiiiii dessa fraqueza eeeee pra mim foiii so um aprendiz seiii q fuiii crian;a num penseii em nadaaaaa e num pensei na minha mae q mim ama de mais jaaa era passado aogra eoo vivo oh presentiiiii vlw pra qm fikou do meuu lado smp amo minha familia q eh minha mae e meos irmaos foi eles q mim ajudaram dando apoio smp nunca mim deicharao ir

  19. Stefanny Says:

    Esse papo de anirexia é mesmo uma barra..

    já sofri com esse tipo de coisa e tem muita gente com preconceito das magras.. pode não ser uma coisa normal mais vc acha que ta gorda e gorda e tudo o que você come vc tem que vomitar.!

  20. cris s Says:

    Stefanny,

    Imagino que seja horrível mesmo, mas acredito que todas nós possamos ser fortes para lutar contra aquilo que faz muito mal, que nos prejudica e que acaba por nos controlar.

    Apareça quando quiser! Beijos

  21. Paulo Says:

    tinha uma amiga q tinha anorexia…como moro sozinho, levei ela pra casa e ficou la por 2 meses, fiz um tratamento militar nela…comer bem, banheiro nem pensar, posso dizer q fui dura até demais com ela…mas de certa forma funcionou, pq ela começou a ter medo de mim e começou a comer no 1º mes e no 2º ja reparou q eu queria q ela se curasse…isso eh pior q tratar viciado em crack…mas funcionou…nao recomendo fazer isso…mas hoje em dia ela sorri e come sem culpa…tambem um chato como eu por 2 meses torrando a paciencia pra melhorar uma hora resolve neah hehehe!!!
    abraços!

  22. Helena. Says:

    Boom, eu tbm tive algum disturbio alimentar,não chegou a ser anorexia, mas se eu contiuasse pensando daquela forma, chegaria a ser. Sempre fui gordinha, nem taaanto assim, tinha 1,64 de altura, e 58,59 kg.Mas, por estar perto de pessoas sempre muitos magras, me sentia mal, e resolvi fazer uma dieta pra emagrecer. Sempre tantava, mas nunca conseguia, mas desta vez, esta realmente disposta. Num sei de onde tirei forças mas fui conseguindo, emagreci 11 quilos em 2 meses, cheguei aos 48kg. Fiquei muito feliz, e triste ao msm tempo, sentia-me fraca, cada vez mais,mas msm assim ainda queria emagrecer.Num tinha forças pra nada, e só pensava em dormir. Perdi coxas, bunda, peito e tudo,e começei a olhar o desprezo das pessoas,muitas chegaram a me perguntar se eu estava doente.
    Começei a me sentir incomodada com aquela situação.Começei a comer bastante,e depois me sentia culpada,não vomitava, mas fazia dietas cada vez mais rigorosas. Foi aí que começou a compulsão.Cada dia mais e mais,e fui engordando.Hoje, tenho 53 kg. Me pergunte se eu estou feliz.Não.Não estou.Queria voltar aos meus 48, mas as criticas que recebi, que estava horrivel, magra demais,me fazem ver que isso não me fazia bem.Estava bem com o meu corpo, mas não com meu espirito.E hoje, nem sei se estou bem com algum dos dois.Penso em voltar a fazer aquelas dietas loucas, mas não consigo.Tenho consciencia que isso me faz mal. Já não sei o que fazer,como me manter.Só sei que eu não quero ser ANORÉXICA!

  23. Cristie Says:

    Eu tenho 123kg distribuidos pelos meus 1,68.
    Sou obesa mórbida.
    Acho super interessante que tanto se tem falado que a anorexia é uma doença. Concordo. Mas já pararam para ver que por anos e anos os gordos foram taxados de relaxados e só agora (depois que descobriram a anorexia) é que a obesidade foi tratada como doença?
    Sou obesa mórbida e muito feliz, nunca fui magra mas, só passei dos limites do aceitável depois que tive meu filho. Sou casada e até fiquei diabética depois da gravidês. Minha endócrino, me trata super mal, quer que eu arranque meu estômago (método capela), no trabalho sou tripudiada e apesar das minhas qualificações (maior que a de meus colegas) nunca sou promovida. Colegas que morgam no trabalho e chegaram depois de mim, já estão bem acima de mim. Inclusive as anorexicas que todo mundo morre de pena delas. Graças a Deus sou feliz com o que tenho e não deixo esse tipo de coisa me abalar, pois minha família (marido e filho)está sempre comigo me dando amor e carinho.
    Não tenho pena de anoréxicas nem de obesas. Não tenho pena nem de mim. Pois sei que apesar de ser uma doença, a cura está dentro de cada um em se aceitar como é e fazer o for preciso para se tornar uma pessoa melhor, sem deixar a vaidade nos deprimir, reprimir ou cegar.

  24. paula s.j Says:

    Eu acho que a midia é responsavel , sim , tem grande parcela de culpa nessa história de anorexia,mas nós tb somos responsáveis pelos nossos atos.Temos que agir com mais responsabilidade em função de nós mesmos. Levantar a auto estima é muito importante não só nesse caso , mnais em muitos outros!

  25. sueli araujo Says:

    praticamente me consideram anorexica ate hoje, aos 20 anos,tenho 41 kg em 1,67 de altura,.Hoje me acho normal e livre da anorexia, foi um periodo dificil,desde meus 13 anos sofri sozinha ate q fiquei enternada tres meses……minha historia é longa e me doi muito falar disso.Mas o que me doi mais e saber que ainda tem gente que entra nessa!!!!!
    porque as pessoas se preocupam demais com a aparencia?isso vai nos levar a algum lugar quando se torna uma obcessão??


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: