“Meme” de atitudes eco-conscientes.

Fevereiro 16, 2007

“Meme” das atitudes eco-conscientes

A Regina me convidou para participar da “meme” das atitudes eco-conscientes, criada pela Lúcia Malla, Denise e Allan, do excelente blog coletivo Faça a Sua Parte. Devo descrever algumas atitudes que sejam “eco-conscientes” . Receio estar muito longe de ser um modelo e confesso que tenho sentido que deveria contribuir muito mais do pouquíssimo que faço, porque, como sabemos, a situação está crítica. De qualquer forma, vamos lá:

  1. Transporte. Temos apenas um carro que usamos muito pouco. Nosso carro é pequeno e bem econômico. Ainda que eu tenha muito medo da violência, minha filha de 16 anos usa transporte coletivo com muito mais freqüência que suas amigas. O resultado é que não poluímos tanto o ar com dióxido de carbono, um dos principais contribuidores para o aquecimento global.
  2. Lixo. Há anos separamos tudo que é de plástico e de vidro para o “Lixo que não é lixo”, parte de um programa de reciclagem bem sucedido da minha cidade.
  3. Alimentação. Em casa, sempre comemos frutas e verduras orgânicas. Quem me conhece, me acha bem “natureba” com relação a alimentação. Nunca permiti que as meninas tomassem refrigerantes e só bebemos água ou suco natural. Quando eu tinha mais tempo, fazia broa integral, ricota e iogurte. Além de incentivar hábitos alimentares saudáveis, eu não usava tantas embalagens plásticas. Meu marido acabou se rendendo e, hoje em dia, come menos carne e adora saladas. Fazemos saladas com nozes, frutas e queijos, que ficam muito gostosas. Na medida do possível, reaproveitamos os alimentos que não consumimos na refeição anterior. Fora isso, planto temperos e couve. Temos também um limoeiro que rende limonadas bem fresquinhos no verão.
  4. Flores. Adoro ter flores na minha casa e, ao invés de comprá-las de grandes produtores que usam agrotóxicos, eu aproveito as minhas. E cultivo o meu jardim. 
  5. Ética. Sou professora de literatura. Nas minhas aulas e pesquisas tenho uma postura política, ou seja, sempre levanto questionamentos ideológicos sobre os textos que analiso. A ecocrítica é um exemplo de como podemos repensar o texto literário a partir do meio ambiente.  Pode parecer ínfimo mas requer que o aluno (e que o professor!) assuma uma postura crítica sobre o assunto. Acredito firmemente que uma mudança de comportamento se efetua a partir de uma reflexão ética. Esse é um dos conceitos principais que Al Gore advoga em  Uma verdade invonveniente.  Uma pequena contribuição minha pode ser lida nesse post aqui. É o post que recebe mais visitas no meu blog e fico muito feliz por isto.

Os meus pecados ecológicos são muitos e alguns são terríveis. Por exemplo, tenho usado muiiiito papel para imprimir os capítulos da minha tese que estão sendo freqüentemente revisados por mim e pela minha orientadora. Não consigo revisar textos longos no computador. Já tentei e não adianta.

Outro problema é o nosso excessivo consumo de eletricidade, apesar de usarmos lâmpadas econômicas e de não termos ar condicionado. Pelo menos dois computadores ficam ligados 24 horas por dia e a nossa conta é bem alta.

Agora convido a Edelize , a Laura e a Raquel para participar.

Atualização: O blogue “Faça a sua Parte” mantém uma lista atualizada com os links de todos que estão participando. Clique aqui para ver.

10 Respostas to ““Meme” de atitudes eco-conscientes.”

  1. JN Says:

    Boa iniciativa.
    Se os pecados são só esses, não está nada mal… 🙂

  2. Lili Says:

    Também participei e acho importante as pessoas conversarem sobre esse tema. Acho legal a sua postura ética porque acredito que a ecologia se dá em relação ao meio ambiente, às outras pessoas e a nós mesmos. Bjs

  3. cris s Says:

    JN,

    Não lembrei de todos os pecados na hora que escrevi. E alguns são terríveis mesmo!!

  4. cris s Says:

    Lili,
    Concordo. A iniciativa é bem válida porque leva à reflexão. Só isso já é bem legal.
    Também entendo que a ecologia se extende ao “ambiente pessoal” pessoal também.
    Bjs e bom carnaval!

  5. Edelize Says:

    Cris, farei a minha confissão em público, pensarei direitinho e temo ser uma pecadora. Vamos ver…

    Sabe, fiquei super emocionada com o post à Karina. Meu marido foi professor aí, e também teve experiências onde a turma o achou muito exigente, e decidiu mudar, ou ficar contra a vontade. No meu ponto de vista, isto só acontece com bons professores (well, leaving the bias aside). Professores como você exigem pois conseguem ver à frente, entendem os benefícios e importância de certos temas, e são aqueles que conseguem despertar nos alunos a paixão pela profissão que irão seguir um dia (e digamos que isto é um dom de poucos). Boa volta às aulas e bom carnaval (oh saudades do feriadão de carnaval!) Beijocas

  6. cris s Says:

    Edelize,
    Eu resolvi me concentrar nas atitudes positivas e apenas mencionei 2 dos meus muitos pecados ecológicos. Na realidade, a “meme” é para você descrever 3 atitudes eco-conscientes. Nada mais.

    Enfim, sobre a questão de ser professora. A coisa não é fácil mesmo e é por isso que eu escrevi aquele post para a Karina. Ela ficou na minha memória como a aluna ideal. Sei que vai ser raro encontrar outro aluno como ela…
    A tristeza é que a maioria quer sombra e água fresca. Quer paparicação dos professores que têm receio de contrariar os alunos e ministram aulas “legais” e “divertidas”, contando piadas.
    Hehe. Nada contra piadas, mas há um limite p/ tudo.
    O meu feriado vai ser em casa mesmo. Nada especial. Vou deixar o especial para daqui umas semaninhas. Eu e meu marido estamos querendo viajar para celebrar o nosso anniversary!! 🙂
    bjkas e tudo de bom p/ vcs aí na Land of Down Under.

  7. Regina Says:

    Cris,

    Obrigada por continuar o meme. Eu sempre aprendendo lendo sobre as experiencias de outras pessoas.

    Eu achei bom voce mencionar que Curitiba e’
    um exemplo para o Brasil. Nao e’ bairrismo nao. E’ verdade. Eu acho que a sua cidade tem um sistema de transporte publico bem eficiente, e’ uma cidade arborizada (com areas verdes urbanas como as que vemos por aqui e pela Europa) e tem um sistema de reciclagem excelente. E’ um exemplo nao so para o Brasil, mas tambem para outras partes do mundo. Muita gente que eu conheco por aqui – quando eu falo que a minha irma mora em Curitiba – comenta sobre as qualidades da cidade. E’ tao bom ouvir alguem falando sobre esse outro lado de uma cidade brasileira que nao tem a ver com assalto, praia, carnaval, futebol e “mulher.” Voce nem imagina!

    Achei legal a ideia de usar as flores do proprio jardim. Eu vou ver se animo nessa primavera.
    Achei muito interessante tb o ponto que voce acrescentou sobre a etica.

    Quanto aos pecados, nos tb usamos muuuiiito papel aqui em casa porque os meus filhos adoram desenhar. Eu sempre compro papel reciclado, mas ainda assim…

    Eu tb acabo adormecendo e as vezes esquecendo de desligar o computador.

    Beijocas, querida

    Regina

  8. cris s Says:

    Regina,
    Fiquei relutante em mencionar Curitiba aqui no blog por vários motivos. Mas vc está cheia de razão: a cidade é um ótimo exemplo p/ o Brasil. Eu nunca vivi numa cidade com tantos parques. Na realidade, Curitiba tem mais parques do que a grande maioria das cidades nos EUA. Moro pertíssimo de 3 grandes parques, todos com bosques grandes, que alcançamos facilmente a pé. É um privilégio. No entanto, a violência está crescendo na medida em que a cidade cresce, algo inevitável.

    Espero que vc se anime p/ cultivar flores no teu jardim. Dá um prazer enorme vê-las crescendo e se embelezando. Se eu tivesse ficado aí, o meu jardim seria um dos meus grandes prazeres. Plantaria rosas e mais rosas, que crescem maravilhosamente aí. Estou lembrando do lindo rose garden que fomos em Berkeley. 🙂 E lavandas, também, claro.

    Sabe que tenho pensado em usar papel reciclado p/ a minha impressora? Vou procurar porque aqui em casa todos imprimimos sem pensar duas vezes.

    Qto ao computador, o Bill é o pior mesmo. Aliás, ele deixa luzes ligadas, etc. Eu vou atrás, desligando tudo!!!!

    Bjs. Saudades das flores lindas da tua terra. 🙂

    Cris

  9. Sueli Silva Says:

    Boa Noite…
    Passando para conhecer.
    Belo texto.
    Beijos e fica com Deus.


  10. […] Allan, Bela, Cristine Martin, Madureiras, Ricardo Safra, Karina, Juliano, Georgia, Liliana, Regina, Cris, Alexandra, Tom, Dafne, Italo, Paulo de Tarso, Menina Eva, Happy Batatinha, Anna Flavia, Marcos […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: