A visita do Papa ao Brasil: o sagrado e o profano

Maio 11, 2007

A visita do Papa ao Brasil: o sagrado e o profano

O Papa Bento XVI acaba de canonizar o Frei Galvão em Aparecida do Norte, capital brasileira da peregrinação católica.  Muito embora a visita do pontífice traga outros impactos estratégicos, principalmente no que diz respeito ao Episcopado da América Latina e Caribe, acredito que essa canonização seja o aspecto mais importante e duradouro de sua visita ao Brasil.

“O Brasil precisa de mais santos”, afirmou Saraiva Martins. “Todos nós precisamos de santos, como modelos de humanidade.” Martins, cardeal responsável pelas beatificações e canonizações, tem toda razão: todos precisamos de uma figura com proporções sagradas. A vida do Frei Galvão  (1739-2822), um homem cheio de virtudes e talentos, é realmente fascinante e merece ser conhecida, mas, ao meu ver, mais fascinante ainda é observar como “o sagrado” se manifesta em seu nome.  

frei-galvao.png  

Frei Galvão, hoje canonizado por Bento XVI

 

“Depois do parto, Ó Virgem, permaneceste intacta: Mãe de Deus, intercede por nós!“, são essas as palavras que Frei Galvão escreve e insere numa espécie de pílula, com a qual ele realiza sua primeira cura. A partir daí, as “pilulazinhas do Frei Galvão” proliferaram, sempre com as mesmas palavras. É esse o fenômeno que deu ao Frei o status de santo. O primeiro santo autenticamente brasileiro.

Duvido que se possa mensurar “o sagrado” e tenho certeza que Bento XVI, bem como todos os membros do clero, sabem disso muito bem. Pois o sagrado é sagrado justamente porque ele não pode ser medido: é uma manifestação etérea que não é necessariamente ligada à religião nenhuma, ainda que as religiões sempre dele tenham se servido. O sagrado está muito além do Bem e do Mal, do Puro e do Impuro, do Permitido e do Proibido, da Razão e da Insanidade. E por isso mesmo desafia qualquer argumento racional.

Para quem já leu algum dos meus posts, sabe que o sagrado é um assunto do meu interesse e provavelmente percebeu que a referência à Virgem Maria, contida nas “pílulas do Frei Galvão”, deve ter logo chamado a minha atenção. A imagem da Virgem Maria tem um poder extraordinário dentro do nosso inconsciente coletivo. Algo que foi aos poucos sendo sedimentado e introjetado ao longo de séculos. E quanto ao processo de sedimentação e introjeção, nenhuma religião é mais eficaz que a conservadora e retrógada Religião Católica: ela capitaliza em cima dos mesmos argumentos que capitalizava na Idade Média. Nada, efetivamente, mudou: o discurso continua o mesmo. É uma instituição muito bem organizada, que resiste o passar dos séculos, ainda que tenha perdido uma parcela significativa de seu rebanho.

Acredito que a santificação do Frei Galvão realmente resgate algumas ovelhas desgarradas, confusas e indecisas com a loucura do mundo atual. Como o cardeal Saraiva Martins sabiamente (aliás, todos são excepcionalmente sábios) apontou, todos precisamos de um santo. Ainda mais num mundo onde não existem mais heróis. O sagrado, quando encontrado num papelzinho dentro de uma pílula, pode ser o melhor remédio para a revitalização da Igreja Católica brasileira neste momento.  

[E o profano nessa história? O profano se encontra, naturalmente, na manipulação do sagrado]

2 Respostas to “A visita do Papa ao Brasil: o sagrado e o profano”

  1. Regina Says:

    Cris,

    Excelente post! Adorei o paragrafo no qual voce elabora sobre a impossibilidade de se medir “o sagrado.” Eu me lembro da minha mae ir atras dessas pilulas quando estava gravida da minha irma.

    Quanto a mim, prefiro as deusas pagas, hehehe

    Beijos,

    Regina

  2. cris s Says:

    Rê,

    Que bom que você comentou!! Achei que talvez as pessoas pudessem achar que estou desrepeitando a religião Católica. Não é isso. Estou comentando sobre o sagrado, um assunto que me fascina.
    Eu também gosto das deusas pagãs. Mas achei fascinante a vida do Frei Galvão.

    bjs,
    Cris


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: