Sobre os próximos dias.

Maio 18, 2007

PROCURA-SE (desesperadamente)

concentração. [1. Ato ou efeito de concentrar(-se). 2. Estado de quem se concentra ou absorve num assunto ou matéria. 3. Bras. Esport. Reunião de atletas à véspera de uma partida, ou de um torneio (ger. em hotel ou clube retirado do centro), a fim de realizarem os últimos treinos, repousarem e receberem instruções.]

A minha defesa é daqui alguns dias e até agora eu não consegui me concentrar para me preparar. Precisa? Sim, precisa mesmo. É mais do que prudente imaginar as respostas para as perguntas que podem ser feitas. Sabem que eu, geralmente, até que consigo ter uma certa habilidade para prever essas coisas. É igualmente importante fazer uma ‘concentração’ nos moldes dos jogadores de futebol e começar a se preparar psicologicamente, pois a tarde será bem longa. Para quem se interessa, a coisa funciona assim:

1. o candidato faz uma apresentação oral da tese – trinta minutos.

2. Os quatro examinadores têm trinta minutos para argüir [1. Repreender, censurar, ciminar, veberar, condenar com argumentos ou razões. 6. Examinar, questionando ou interrogando.]

3. o candidato tem 30 minutos para responder cada examinador [2. Replicar, retorquir, redargüir]

A seção “ataque e defesa” numa defesa de doutorado dura cerca de 4 horas. Os quatro examinadores usarão os seus trinta minutos e tentarão fazer comentários e “argüições” diferentes. Imaginem o que é isso… É um interrogatório incessante; enquanto isso, o candidato tenta anotar todas as elucubrações da banca a fim de respondê-las a contento. 

Ai meus sais… o problema é que, quando eu fico tensa, às vezes esqueço as palavras que acabei de escutar e, além disso, fico temporariamente ensurdecida. Tenho pensado muito sobre que táticas usar; quando eu defendi a minha dissertação, até que fiz uma apresentação boa e respondi moderadamente bem, mas lembro que eu tinha me preparado muito bem. Mas cinco horas (contando com a apresentação e o intervalo) é muita coisa… Será uma tarde longa. 

Enfim, não sei como, mas eu tentarei fazer o meu melhor. Já sei até roupa que vou usar: claro que eu pensei sobre isso, comprei uma roupinha deus-nos-acuda-nesse-momento-de-dor bem básica. Se não me derem o raio do título, tento, pelo menos, sair elegante daquela sala… Mas que vou praguejar, vou! E ainda vou ficar furiosa de ter desperdiçado o meu suado dinheirinho com a tal da roupa… Mas é óbvio que isso não vai acontecer, né? Por isso nem falo, penso, — nem, muito menos, escrevo sobre isso ………..

waiting.png

Mas se você observar qualquer mudança significativa na voz que ora vos fala, please, pleaaaaase, não toque no assunto, tá? Faz de conta que nada aconteceu ou que você não me conhece. Os posts sobre “o assunto” desaparecerão automaticamente, a minha obsessão com os quadrinhos do PhD comics nunca terá existido e e este blogue será reconfigurado com assuntos radicalmente diferentes. Ah, disso tenham certeza. Se eu me sentir muito humilhada, posso fechar as portas deste estabelecimento e, simplesmente, deixar de existir. Depois do trauma, talvez eu retorne com outra identidade, tendo devidamente mudado de país, para evitar o vexame frente aos colegas e alunos que não param de me perguntar sobre o ‘doutorado’. Quanto às minhas filhas, não tenho vergonha de dizer que apelarei para uma bela mentira. Aconteceu algo terrível lá no departamento, alguém enlouqueceu, sei lá. Jamais admitirei a minha derrota depois de tudo que passei. A mesma desculpa (esfarrapada, naturalmente) será repetida para a minha mãe e irmãos. Apenas o meu marido terá o infortúnio de escutar (for better or for worse, sweetie!) as verdades da minha aniquilação. Coitado do homem!

Ah, mas caso tudo continue igual, é porque tudo ficou igual. 🙂 Só terá sido mais uma fase importante na minha vida, feito um rito de passagem. É isso que eu quero: que tudo fique igual. Não quero mentir, não quero me exilar, não quero fechar as portas do público&privado, nem mudar de blog. Ah, e para as amig@s interessad@s, depois eu conto sobre o mais legal de tudo: a minha roupinha básica (e poderosa!!) 🙂 Pois eu estou vestida com as roupas e as armas de Jorge.  E nem mesmo um pensamento eles possam ter, para me fazer o mal…. 

Torçam por mim!!

Advertisements

8 Respostas to “Sobre os próximos dias.”

  1. Gi Says:

    Oi, Cris. Imagino como você deve estar se sentindo. Te admiro muito. Duvido que você não passe. Fazendo um bom trabalho todo mundo é gratificado. Acredito nisso, apesar da minha vida ter se mostrado meio “doidia” desde que terminei a faculdade. E além do mais, se você está tensa, se é perfeccionista isso tudo é bom sinal. Apreensão é bom; não um nervosismo que bloqueia tudo. E você está ansiosa normalmente.

    Qualquer coisa, vai lá ler meu novo-velho blog – usando o mesmo nome do passado, um que fiz só por 4 meses. Linkei ocê lá! ;-)) Bisous

    Ah, lembrando, ainda está em teste.. os links meio bagunçados, não consigo consertar e abaixar.. o negócio, enfim. ;-))

  2. JN Says:

    Vai correr tudo bem, tenho certeza. Esses «medos» são normais, mas depois passa tudo… 🙂

    PS: por aqui sempre que alguém defende uma tese é tradição pagar uns «copos» aos amigos (eu sei porque até já defendi duas de mestrado!); a tua sorte é haver um oceano entre nós porque senão, esse doutoramento ia sair caro! lol… 😉

  3. cris s Says:

    Gi,
    Tentei deixar um comentário lá no teu novo-velho blog… vou colar aqui, tá?
    Gi, chèrie, (rimou, p/ entrar no clima!)
    Eu sou a 1a a deixar um comentário p/ vc? êba!
    Alors, on y fait en style: milles mercis pour tes gentils paroles dans mon petit coin! Tu as rainson: je suis vraiment nerveuse e le blog est une bonne excuse pour decontracter et rire de moi même.
    A propos de Gainsbourg, ce vieu salle, il a toujours était comme ça, ne c’est pas? Tu te rappeles de “Je t’aime mois non plus” la chançon qu’il chantait alongé au lit avec sa petite fille? Un peut polemique, disons.
    Mais je suis venue seulement pour te laisser un bisou et te souhaiter “Bonne Chance” avec ton (ancien) nouveau blog. La prochaine visite, je ferais de commentaires plus valides, j’espere. Maintenant, j’essaie de me concentrer….
    bises,
    Cris
    Enfim, SUPER obrigada por torcer e por dizer que me admira!! A tensão faz parte, ainda mais para uma virginiana, vc tem razão.
    Beijocas,
    Cris

  4. cris s Says:

    JN,
    Ai, espero que dê tudo certo… Eu já não sei mais o que pensar…

    Eu acho que o pessoal inventa alguma festa por aqui. Na minha defesa de mestrado, convidei uns amigos íntimos. Só que eu não pude ir ‘aos copos’ pois estava grávida de quase 9 meses. Pois é, essa foi uma das táticas que eu usei (brincadeirinha!). Agora é na cara dura mesmo.

    Se der tudo certo, juro que vou beber um pouco p/ descontrair. E vou pensar em vocês!!

    Obrigada pela força. 🙂

  5. Gi Says:

    Blogger doido… Você tentou colocar um comentário lá e não saiu? Que pena. De qualquer forma, ele ainda está em fase de testes. Cris, sou fã do Gainsbourg, mas que é perigoso pra garotinhas.. se é.. ;-))

    Boa sorte na defesa da tese! Apareça quando quiser por lá! bjs

  6. cris s Says:

    Gi,
    O blogue estava pedindo a minha senha do gmail, acho… acho que vc tem que dar uma olhadinha.
    O Gainsbourg é perigoso, sim! Ou, pelo menos, se faz de perigoso!

    Obrigada. Vou aparecer quando tiver um tempinho, sim.
    bjkas

  7. Gi Says:

    Ah, entendi. Foi isso sim. Já tirei. Obrigada por dizer. Na verdade, não gosto de monitoração nenhuma de comments; gosto que as pessoas cheguem, falem sem precisar escrever numerozinhos ou letras, mas como tem spam pra tudo quanto é lado e eu coloquei o link do blog na minha página do orkut, aí já viu, né? Me entupi de comunidades lá.. hehe Vai que cai algum “malheureux”. ;-))

    Ele se faz de perigoso. Gosto dele, mas sei que pra uma menininha ouvir esse tipo de música faz mal. 😉

  8. Raquel Says:

    Cris,

    eu tenho absoluta certeza que tudo correrá bem e que você fará uma defesa brilhante, deixando os carrascos aos seus pés.

    Vitória, tenho certeza.

    Fica bem, bjs bjs bjs


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: