Comfort drink

Julho 23, 2007

Semana passada eu assisti o filme Marie Antoinette da Sophia Coppola e, ao meio dos deliciosos macarons e tortinhas e éclairs e muitos outros quitutes, o que mais me chamou atenção foi o chá de jasmin que ela ganhou de um imperador chinês. Para a minha surpresa, os “blooming teas” não são chás raros. São bem mais caros do que as folhas e ervas que eu tomo, mas um blooming jasmine tea não é mais caro do que um capuccino (custa em torno de $4). Olha só que beleza:

 jasmine-blooming-tea.png

 Fico só imaginando a fragância e o sabor… Há tempos sou fascinada por chás, xícaras, bules & Cia e adoro provar chás diferentes. Há uma variedade incrível desses chás-flores que desabrocham na xícara ou bule. Dá uma espiada aqui e aqui.

Por enquanto, esquento frio do inverno terras sulino com os meus cházinhos. Um dos meus preferidos é o chá branco, que nada mais é que os brotos das folhas do chá verde.  As doces folhinhas do chá branco multiplicam as propriedades terapêuticas do chá verde e são muito mais gostosas, se preparadas corretamente. Tanto a infusão do chá branco quanto a do chá verde tem que ser muito mais rápida do que a do chá preto.  A maneira adequada de preparo é assim: ferva a água e espere 2 minutos. Despeje a água sobre o chá branco e deixe em infusão por apenas 1 minuto. Se passar do tempo ele fica amargo. Só assim eu pude entender o porquê de eu não gostar do banchá (chá verde) servido na grande maioria dos restaurantes japoneses. Eles deixam o chá muito tempo em infusão e deixa um gosto amargo na boca.

Find yourself a cup; the teapot is behind you. Now tell me about hundreds of things.  (Saki)

Anúncios

34 Respostas to “Comfort drink”


  1. eu migrei do cha verde para o branco faz uns anos e nao me arrependi. adoro o sabor leve do branco, mas tem que ter cuidado, a agua nao pode estar borbulhando–um erro comum na hora de fazer cha!

    esse da flor quase comprei uma vez, mas nao sei por que dei pra tras. acho que eh porque na agua ela fica parecendo um animal marinho vivo… ;-0

    beijo!!

  2. cris s Says:

    Fer,

    Eu amo o chá branco também, ele tem um sabor e um aroma bem melhor. Fica docinho se você souber fazer.

    Eu vou comprar o da flor quando encontar.

    beijocas

  3. Raquel Says:

    A cena do chá é das melhores do filme. Aqui pelo Rio não tem para vencer, que eu já procurei.

    Amo chás, até porque não gosto de café. Gosto muio do verde, do branco e do oolong, mas tenho uma séria aversão aos muito frutados e ao preto forte.

    Bjs bjs

  4. cris s Says:

    Raquel,
    Eu nunca vi esses blooming tea p/ vender aqui. Eu também amo chás. Gosto do branco, do verde (menos) e de alguns pretos, que eu tomo c/ leite (resquício dos anos que morei na Inglaterra).
    beijos

  5. Gi Says:

    Gosto de chás, mas eu tomo mais para “me curar” de algo: boldo, carqueja, espinheira-santa, camomila (é bom colocar no gelo e depois em cima das olheiras; relaxa à beça), enfim.

    Pra beber não gosto muito dos chás brasileiros porque são pouco consistentes e da marca inglesa Twinings não são todos que me agradam: ganhei uma caixa de meus amigos que moram em Bristol, mas não gostei tanto dos sabores. Sou tradicional. ;-)) Ah, adoro o chá maghrebino ou feito por/nos outros países árabes. É maravilhoso! 😉

  6. cris s Says:

    Gi,
    Eu também tomo cházinhos de ervas p/ me curar. Mas gosto de outros tipos também. A Twinnings tem chás muito bons, mas há “blends” melhores, mesmo na Inglaterra.
    O que será esse “chá maghrebino”? Eu tomei chá de hortelã doce no meio do verão do Marrocos!
    bjs

  7. laura Says:

    Ai, aqui é tão caro estes chás gostosos…
    adoro os ‘twinnings’ e em C Frio minha mãe tinha jasmim n jardim, era uma delícia-adoro chá de jasmim.
    Tomo chá verde, mas não curto mto, vou tenhar fazer como vc faz o branco- que eu nem conheço, vou ver se acho aqui.
    Eu sou viciada em chás, qdo começo não paro, tomo carqueja, capim cidreira, preto, todos.
    bjs

  8. cris s Says:

    Oi Laura!
    Esses chás não são baratos e é muito difícil encontrar o branco. Você acha no Rio e em S.P. com mais facilidade. Aqui tinha uma casa de chá alemã magnífica que fechou! :-(( Mas eu geralmente compro os meus fora do Brasil porque são mais baratos. Gosto muito dos de ervas também, mas para “me curar”, como diz a Gi.

    beijocas

  9. Gi Says:

    Cris, foi economia de palavras. ;-)) É que eu juntei tudo pra não falar escrever os países do Maghreb. Eles todos fazem esse mesmo chá com hortelã, talvez existam alguns hábitos que diferenciem os argelinos, dos marroquinos, tunisianos e egípcios na hora de prepará-lo; isso não sei. Só sei que é maravilhoso tomar na casa de pessoas nascidas nesses países. Dá aquele gostinho a mais. E antes das refeições, acompanhado de biscoito ou sem nada é muito bom. ;-))

    Da Twinnings eu amo o chá de laranja e o tal Breakfast. Imagino que na Inglaterra deva ser igual aos livros que eu adoro da Agatha Christie. Infelizmente, fiquei de ir 3 vezes a esse país e não fui. Era sempre mais difícil, nem pela passagem, mas pela diferença entre o euro e a libra.

  10. Andreia Says:

    Eu gostei muito do chá verde.
    Costumo comprar os chás japoneses, que na minha opinião são os melhores e mais confiáveis em termos da forma de produção e qualidade.
    Pra quem não souber onde comprar esse tipo de produto, sugiro este site http://www.tnh.com.br. , que envia para todo o Brasil.
    Lá também tem coisas muito legais do japão, tais como temperos, utensilios, etc. E o melhor de tudo é que o site é brasileiro.

  11. cris s Says:

    Gi,
    Os caras serviam naqueles copinhos, sabe? E o chá fervendo, no meio do calor. Eu até gostei, mas eu nunca adoço chá de ervas.

    Nossa, você também foi leitora da Agatha Christie? Eu amava os livros dela quando era adolescente.
    beijos

  12. cris s Says:

    Andreia,

    Obrigada pela visita!
    Eu não gosto muito do banchá. Prefiro os orgânicos e há algumas lojas de chá muito boas mesmo. O chá verde é bom, mas o branco é bem melhor porque é naturalmente ‘docinho’.

  13. Gi Says:

    Se sou… Mas para o número de livros que ela escreveu, até que li pouco: uns 10. E ainda tenho um em inglês; só que nunca li um livro desses hiperdifíceis (a linguagem) nessa língua; me embolo. A minha pronúncia de inglês é boa, mas o escrito/lido/falado já não era lá essas coisas quando foi comido pelo francês. ;-)) Um dia, tomarei coragem de novo e leio o “The Murder of Roger Ackroyd”. Por enquanto, me deu medo só o início.

    Cris, é uma tradição isso de tomar chá pelando no calor. Eles têm altas teorias sobre o que aquece o corpo e o que refresca. Conheço bem; tudo pra não ligar o “chauffage” em dias que eu morro congelada. ;-))

  14. Ana Lucia Says:

    Cris,

    Eu gosto do chá verde com limão da twinnings, mas nunca provei o branco, preciso provar ! Agora minha obsessão é um bule daqueles que se usa pro chá maghrebiano, mas aqui vai ser difícil. Nunca provei esse chá florido :-), dia desses eu experimento, mas pra ficar bonito tem que ter um bule transparente também. Beijocas !

  15. cris s Says:

    Gi,
    Acredite se quiser, mas já li Agatha Christie até em francês. Era (sou?) a maior fã do Hercule Poirot.
    Já tomei esse tal do chá maghrebiano várias vezes, então. Na Turquia eles geralmente servem um delicioso de maçã.
    Bjs

  16. cris s Says:

    Ana,
    Nunca provei o chá verde c/ limão da twinnings. Eu compro a granel e mantenho tudo em latinhas hermeticamente fechadas p/ durar bastante. Pois eu pensei na questão do bule (ou xícara tipo bowl) de vidro… seria outra coisa p/ comprar. 😦
    bjs

  17. Gi Says:

    Nossa, de maçã deve ser delicioso! Caramba, você já foi pra tudo quanto é lugar, hein?! Que beleza viajar. Fiquei com vontade de provar esse aí, pois adoro tudo com maçã; acho que até chiclete!

    Eu quis comprar o livro de bolso da Christie em francês, mas estava caro (sendo “de poche”) e pensei racionalmente na hora e lembrei que no Brasil, aqui no Rio, eles vendem por 5, 4, 7 reais em sebos e na rua. Vale muito mais a pena; ou inglês no original (imagino que deva ser bem melhor, sobretudo pra quem conhece os ingleses e a Inglaterra) ou na minha língua materna. ;-))

  18. cris s Says:

    Gi,
    Eu li em francês mesmo porque eu estava morando na França e queria saber de ler na língua francesa (como os ingleses dizem, “when in Rome…”). Li também Patricia Highsmith em francês (que sacrilégio!). Mas li vários franceses, claro!!
    Eu nunca visitei os sebos do Rio; eles são famosos por serem ótimos. Os daqui são mais ou menos.
    bjs

  19. Guigo Says:

    Criss!

    fazia um tempo que não passava pelo publico&privado, mais ele está como sempre ótimo , gosto muito de chás, e conheci e adoro todos que exprimento com vocês.
    me desculpa hoje não dar tchau direito tá? Eu tinha que passar na loja da claro para resolver umas coisas.

    Um beijão Cris, quando der um tempinho escrevo no blog novamente.

  20. Ana Lucia Says:

    Cris eu ando procurando um bule daqueles maghrebinos ou maghrebianos, e ando fuçando em tudo que é lugar e tenho visto os tais bules transparentes, deve ser moda… um que eu vi custava uns 25 dolares…vale a pena, apesar da impressao de fragilidade 🙂 Beijao.

  21. cris s Says:

    Oi Guigo!
    Obrigada pelo elogio e fico muito feliz por você gostar dos cházinhos aqui de casa.
    Beijo

  22. cris s Says:

    Ana,
    Eu AMO bules. Sempre que eu pos$o, compro uns diferentes. Eu tenho uma coleção bem legal.
    Acho que sei que bule é esse tal do maghrebiano. E esse de vidro p/ o meu ‘blooming tea’ tá meio carinho, ainda mais imaginando que ela seja bem frágil para mãos desajeitadas. 😦
    beijos

  23. laura Says:

    Sabe que tinha, deve existir ainda, uma blogueira que só falava em chás?
    bjs

  24. cris s Says:

    Laura,
    é mesmo? Quem será a mulher? Hehe, existe de tudo na blogosfera.
    beijo

  25. Joyce Says:

    Oie…. eu comprei um “chá branco” mas me assutei qndo fui tomar….era mais amargo que o verde!
    Vi algumas reportagens, na qual falam que o sabor é adocicado, e pelas fotos ele fica uma cor 1/2 amarelada…
    O meu chá, veio moido (parece pó de canela) não tem o que coar, fikou uma cor bem mais escuro que o chá verde e é muito amargo…
    Como eu faço pra saber se fui enganada com esse “chá”?
    Acheio stranho o fato dele vir num saquinho que não inf nada sobre ele, parece ser um saquinho usado para vários chás e ervas….
    Se puder me ajudar…agradeço mto!!!!

  26. cris s Says:

    Joyce,
    Olá!
    Você deve comprar as folhas que são muito melhores. Não sei onde você mora, mas há algumas lojas especializadas em chás. O preço é bem salgadinho porque essas folhas são ‘brotos’ das folhas do chá verde e, portanto, bem mais escassas. Esses saquinhos têm qualidade muito inferior.
    Boa sorte!

  27. Joyce Says:

    Ah…. então isso que eu comprei realmente não é o chá branco…?
    Vc sabe me inf em São Paulo, c tem algum?
    Obrigadão Cris!

  28. cris s Says:

    Joyce,
    Não sei, mas acho que você comprou alguma versão bem comercial de chá branco. Há muitos deste tipo nos E.U.A. Compre em folhas mesmo.
    Em S.P. você encontra uma loja de chá alemã (se não me engano, no primeiro piso) no Shopping Iguatemi.
    De nada!

  29. Ana Paula Says:

    Sempre tomei o chá de jasmim no restaurante chinês que costumava frequentar. Por curiosidade, perguntei o por quê deste costume de oferecer este chá específico após a refeição. A proprietária, chinesa, explicou que o chá de jasmim ajuda a digestão.
    Até fez sentido para mim, já que, com o molho de soja, um pouco que como me dá a impressão de já ter exagerado…

  30. cris s Says:

    Ana Paula,
    Eu gosto de chá de jasmin também. Só não gosto muito desses que ficam horas e horas em infusão em certos restaurantes. O gosto fica meio amargo e chá a gente faz com uma certa deferência! 🙂
    Obrigada pela visita!

  31. luana andrade de oliveira Says:

    onde encontro o chá da flor de jasmim?
    (em Campinas de preferência)
    Obrigado

  32. cris s Says:

    Luana,
    Não sei. Procure em São Paulo que deve ser mais fácil. Eu não sou especialista em chás, apenas interessada.

    de nada.

  33. consueldaduarte Says:

    onde encotrar esse chá branco mais barato ;qual o pais,pode mim enfomar ,o mail obgda.

  34. silvana rossi Says:

    Olá!
    Depois de muitas pesquisas ainda não sei qual o melhor horario para se consumir o cha branco e qual a qtidade diaria iideal?Se for antes ou apos as refeições, qual o tempo certo.Pode consumir frio?
    Obrigada desde já!!!Abraço…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: