Quando o inverno chegar…

Maio 6, 2008

Eu quero estar junto a ti.

O inverno começa a por as manguinhas de fora. Ontem tivemos uma noite com três graus, ainda que o inverno não tenha começado oficialmente. Tudo indica, portanto, que teremos “aquele” inverno. Pois que ele venha, porque já estamos bem preparados. O engraçado é que eu, se posso, fujo do frio e quase sempre viajo para terras mais quentes e comfortantes em julho. Neste julho não vai ser diferente: vou de encontro a um calor desértico. No entanto, porque eu não sou uma pessoa completamente tonta, tento aproveitar até das coisas que eu não gosto muito e dou as boas-vindas à estação de frio da minha terra juntamente com as novidades que chegam junto.

Não há cama mais acolhedora, no frio, do que aquela que tem lençóis de flanela:

 

 

As frutas mais deliciosas são definitivamente as regionais. Eis las favoritas:

 Nossas deliciosas ponkans não estão no seu ápice, mas já contam com a nossa preferência frutífera. Fico imaginanando se as ponkans chinesas e japonesas são melhores, mas acho difícil algo ser melhor do que as daqui. Não se trata de patriotismo, juro, é que as ponkans do sul do Brasil são extremamente saboras, harmonizam o sabor cítrico com o doce e têm tanto suco que eu acabo abandonando o suco de laranja em favor de suco de ponkan, quinhenta mil vezes mais gostoso.

Mas o que falar do caqui, esta fruta chinesa maravilhosa, que, graças aos bons céus (e à uma boa terra, tá certo) cresce maravilhosamente bem aqui. Nossos caquis, seguindo a esteira das ponkans, não devem absolutamente nada aos seus ancestrais asiáticos. São suculentos e doces. Que pena que são tão ricos em calorias, apesar de serem ricos em antioxidantes. Mas sabe o quê? Com uma delícia tão grande, perdoamos o excesso de calorias por uns dois meses.  Bring them on!

Last but not least, outro grande prazer destas bandas e prova cabal da nossa sulinidade: o pinhão, o que mais poderia ser? Um comforto a mais para aquecer esses dias frios. Viva as araucárias angustifólias, esses belas e frondosas coníferas que ainda embelezam a nossa bucólica paisagem paranaense.

E você, há algo especial que você goste no inverno? Conta!

Fotos: Todas do Google Images. Espero voltar a fotografar logo.

13 Respostas to “Quando o inverno chegar…”

  1. guerson Says:

    eu AMO pinhão!! em Barcelona eu aderi de vez às castanhas assadas que vendiam na rua; me lembravam muito o pinhão…

  2. Aldo Gusmão Says:

    Oi Cris!

    Aqui em casa estamos nos fartando de caquis há algum tempo. É sem dúvida a minha fruta preferida, em todos os tipos e sabores: Fuyu, Rama Forte, Chocolate, etc. E também já começamos a saborear os pinhões. No último domingo fizemos uma panelada de pinhões cozidos (na pressão). Da próxima vez quero experimentá-los assados! Você já experimentou fazer uma farofa de pinhão?

    Beijão!

  3. cris s Says:

    Alexandra,

    Eu também adoro pinhões, apesar de serem super calóricos. Quando eu morava em Londres eu também comia as castanhas na rua em pacotinhos de papel. Uma delícia, mas não são tão gostosas como pinhão!

    bjs

    Oi Aldo!
    Estamos na mesma sintonia gastronômica, pelo jeito. Eu ando me deliciando com os fuyus, que, p/ mim são os caquis mais gostosos. Já fiz duas paneladas de pinhão e deveria fazer mais porque todo mundo aqui em casa os devora em questão de minutos. O Bill é louco por pinhões! Sabe que fazíamos pinhões assados na chapa de fogão a lenha, na fazenda. É muito, muito bom. Eu já comi farofa de pinhão, mas nunca fiz. Você tem uma receita?
    beijocas

  4. Gi Says:

    Cris, olhei meio de cara feia a primeira vez, mas depois me fartei com a sopa de pinhão do buffet de sopas do Estrela de Terra aí em Curitiba. E vi na internet que o restaurante não fechou. Foi rebate falso no ano de 2001.

    O que eu gosto no inverno? Do cobertor de flanela herança do meu saudoso pai, presente da madrasta. O cobertor ça va. hehe

    Adoro Visconde de Mauá, mas provavelmente não devo ir. Aliás, faz 6 anos que não piso naquele lugar, infelizmente.

    Experimentei Paraty na semana passada. E não é que o frio de lá é gostoso?! Com peixe combina! Me surpreendi. Teatro de Bonecos maravilhoso..

    Gosto de todas aquelas bebidas quentes que normalmente tomo mesmo quando é verão. Hoje está frio por aqui. No Rio faz bastante frio, ao contrário do que pensam. Isso por causa da umidade; os turistas não sabem muito a respeito.

  5. Gi Says:

    Aliás, não conheço essa fruta amarela aí de cima. Caqui eu gosto, mas sem a cica!

  6. Raquel Says:

    Cris,

    eu amo caqui!!! Sou capaz de comer um atrás do outro, mas eita frutinha para ter calorias!!! Já te contei da minha emoção quando vi meu primeiro pé de caqui? Fiquei alucinada, queria ter dinheiro para ter comprado o sítio na hora, eram mais de 20 pés, carregadinhos!!!

    No feriado de Tiradentes fui para a serra e comi uma rosti feita com pinhão deliciosa!!! O dono do resturante me explicou a receita: ele cozinha/assa os pinhões, separa uma parte, torra e leva ao moedor, fazendo uma farinha. A outra ele corta em pedacinhos, para servir de base da rosti. Com a farinha e os pedaços, ele faz a rosti, usando os mesmo ingredientes que uma rosti comum, mas tomando cuidado com o bacon, se não o sabor do pinhão desaparece.

    Quando eu fizer, te aviso.🙂

    Ah, eu como eu queria um friozinho boooom por aqui!🙂

    Bjs bjs bjs

  7. cris s Says:

    Gi,

    Gostamos de coisas semelhantes, então! Faz tempo que eu quero ir ao Estrela da Terra e agora você me lembrou da sopa de pinhão, que devo ter provado trocentos anos atrás e que deve ser uma verdadeira delícia! Paraty devia estar sublime em abril… Hoje está bem friozinho aqui e a gente vai comer um marreco num rest. alemão MUITO bom!!!

    beijocas

    Raquel,
    Eu amo caquis também, sabe que tem cerca de 800 variedades no mundo? Não é incrível? Eu ADORO o fuyu, sabe qual é? Amanhã vou ao supermercado comprar uns 400 para a semana!🙂
    Pôxa, que máximo essa receita, dá a maior vontade de comer, mas, p/ falar a verdade, acho um saco fazer rosti: algumas vezes não dá certo e eu tenho tentado fazer tudo rápido e fácil na cozinha pois não tenho empregada. Mas me fala se a tua experiência foi bem-sucedida e se você conhece algum secreto de fazer o rosti p/ eu não errar!!

    bjs e bom fim de semana

  8. Gi Says:

    Hum, que delícia!

    Olha, a distraída aqui agora que viu que “ponkan” é o tipo da tangerina. hehe Em todo caso, está com cara de “pamplemousse”, aquela fruta que tem na França. Não gosto muito, mas me lembro que dava água na boca só de ver e ela é cor meio salmão, lindona.

  9. cris s Says:

    Gi, pamplemousse aqui é chamada de grapefruit e existe no BR há muito tempo. É uma das minhas frutas cítricas favoritas e por isso eu como todo dia!

    bjs

  10. Gi Says:

    hihi Nossa, eu nunca vi aqui, Cris! Talvez porque minha “primeira experiência’ em mercados foi na França mesmo. E fiquei olhando aquilo.. Mesma coisa com a tal “cebolinha’. Ahaha Só eu mesmo.. Meu pai que sempre ia, é longe e ele gostava de andar, fazer exercício. Imagine.. nesse sol e ele branquinho como era.. Eu não compro absolutamente quase nada. Não tenho paciência e deixo pra comer mais na casa do meu namorado. ;-)) Sou uma negação com “coisas de dona de casa”, se bem que amo frutas.

  11. Gi Says:

    Ah, lembrando: lá tem o suco em caixinha, você deve se lembrar. Uma vez comprei e achei horrível. Curtia mesmo o “jus d´orange”, “de pomme”, d´abricot. ;-)) Meus preferidos, especialmente os da campagne, vendidos na estrada.

  12. Laura Says:

    Lembro de um chocolate quente.
    Quentão e lareira.
    Hj refrecou aqui, coloquei meia, mas mangas curtas.
    Querida, estou sofrendo tanto de dor- meu amigo mais amado morreu, eu sabia que aconteceria um dia, mas não páro de sofrer- é tão duro. câncer em vários lugares, operava, aparecia em outro lugar. 61 anos… tão triste pensar que não vou vê-lo nunca mais, nem estará ao meu alcanc en tel.
    Bjs Elianne

  13. cris s Says:

    Laura, ajuda pensar que o seu amigo descansou porque ninguém merece sofrer tanto com câncer (ou outra doença). Meu pai morreu de câncer e nós sofremos MUITO. Não é fácil. Fique bem.

    bjs


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: