Gato por lebre na aula de literatura

Agosto 1, 2008

Outro dia entrei na aula segurando Wuthering Heights (O morro dos ventos uivantes), século XIX, enquanto deveria estar com A passage to India, século XX, nas mãos. Confusões como essa acontecem quando você tem 5 turmas de graduação diferentes, cada uma trabalhando séculos diferentes e principalmente duas culturas (a inglesa e a americana) diversas. Eu sempre dou conta de tudo (nem que seja aos trancos e barrancos) e separo o joio do trigo. O negócio é que, além da graduação, dou aulas no Mestrado e a carga de leitura que eu estipulei, diga-se de passagem, é barra pesada baby: são muitos textos literários e teóricos. Se eu não me organizar bem, nem eu consigo ficar atualizada na minha ementa. Tem ainda o (Re)Pensando a Mulher, o curso aberto para a comunidade que inicia a semana que vem. Ontem eu acabei o artigo que eu havia iniciado na segunda (!!), submeti, enviei um resumo-proposta para um Congresso de Teatro em BH em outubro, descobri que outro artigo meu foi aceito e será publicado em dezembro e também fui informada que a minha proposta de simpósio para outro congresso de Literatura também foi aceito. O que isto significa? Work, work, work. E mais: gastar o meu dinheiro com passagens e hotéis para conseguir uns pontinhos no meu Currículo Lattes para as minhas universidades. Ma-ra-vi-lha.

Mas voltando ao início, sem mais digredir, o que eu fiz no dia que eu me enganei de século e de romance? Como sempre, naturalmente, não me fiz de rogada e tracei um panorama da literatura inglesa no século XIX, usando O morro dos ventos uivantes como exemplo. Mapeei a ascenção do romance como gênero literário dominanate no século XIX e ilustrei como E. M. Foster em Uma passagem para a Índia, do aspecto formal, ao contrário de seus contemporâneos modernistas como V. Woolf e James Joyce, responde à tradição realista. Do aspecto temático, em contrapartida, o romance é revolucionário pois faz uma crítica aberta ao Império Britânico. Salvei a aula e a minha cara: sem falsas modéstias, foi uma ótima aula. Só que isso não pode acontecer mais porque, convenhamos, toda criatividade tem limite.

 

Agora me expliquem por que eu sempre tenho que escolher textos diferentes? Por que não dou os mesmos textinhos, como 99.9% dos professores que eu conheço? Este semestre eu me superei MESMO. Não preciso nem dizer que não terei muito tempo ou ânimo para o blog.  Mais, on verra, on verra.

14 Respostas to “Gato por lebre na aula de literatura”

  1. bellavida Says:

    Ah, eu ía gostar tanto das suas aulas! Não sei se vc conhece Margarida Patriota. Ela foi professora da Universidade de Brasília, onde me formei. Não me lembro o nome da matéria dela mas eu adorei conhecer a literatura desde Beowful.

    bjs

  2. cris s Says:

    Oi Isabella,

    Obrigada, seria um prazer tê-la como aluna! Eu não conheço a professora Margarida Patriota e não sabia que você tinha se formado em Letras. Que legal!

    bjs

  3. bellavida Says:

    Oi Cris, na verdade sou bibliotecária e tenho fascínio por literatura embora já não leia mais como antes…

    Eu adoraria voltar a estudar masi sem a pressão por notas. Fiz um mestrado em Educação e quase morri de desespero com a pressão e tendo que trabalhar ao mesmo tempo. Admiro muito quem gosta de estudar e abraça uma carreira docente.

    bjs

  4. cris s Says:

    Nossa, Isabella, não sabia que você era bibliotecária. Deve ser fascinada por livros. Eu também!

    Eu acho que aprendi a gostar de estudar com o meu mestrado. Antes eu odiava, aliás, me gabava por me dar bem sem precisar de estudo. Acontece que a partir do mestrado eu simplesmente TIVE que estudar, aliás me matar de estudar. Líamos no mínimo dois livros por semana, fora a crítica. O doutorado foi mais especializado, mas eu lia menos. Mais difícil porque tínhamos que entregar ensaios críticos de tudo o que líamos. Mas foi bom. Worth the pain.

    bjs

  5. Raquel Says:

    Cris,

    quem faz tudo igual sempre igual como todo mundo ou é medíocre, ou acomodado, ou nem está aí para o alun o e para o que realmente significa ser um educador, no sentido mais profundo da palavra.

    Li “O morro dos ventos uivantes” há muuuuitos anos, nunca esqueci uma descrição final, algo como os cabelos negros encaracolados do Heatcliff se entranhando nos fios lisos da Catherine – ou algo assim.

    Fica bem e beijos mil!

  6. Cris S. Says:

    Raquel,

    Eu até entendo, o professor brasileiro tem que dar muitas aulas para ganhar o seu dinheirinho e não tem tanto tempo para preparar coisas novas.
    No meu caso, muitas vezes tenho que comprar livros fora do Brasil, o que encarece ainda mais.

    O lado positivo, de quem (quase) sempre dá textos diferentes, é que você se obriga a ler outros textos e procurar literatura crítica. Eu realmente adoro essa parte.

    Eu reli a cena do Heathcliff c/ a Cathy, a que ela está morrendo, esses dias! Incrível os dois, né. Incrível a angelização/romantização da Cathy quando ela está moribunda. Tudo a ver com o Romantismo. Eu amo a lit. inglesa vitoriana!!!
    Você já leu Jane Eyre (da Charlotte Brontë)?

    beijocas

  7. Laura Says:

    Eu li Jane Eyre qdoera mocinhaaaaaaaaaaaa,nem lembro mto, mas gostei. Não é minha literatura preferida, prefiro livros atuais, ou não tão distantes.
    Vc é criativa, continue assim- faz a diferença, parabéns.
    Bjs Laura
    eu tb gosto disto, é desafiante.

  8. Cris S. Says:

    Laura,

    Já eu adoro o Jane Eyre, principalmente porque analiso o romance como estética do século XIX, na Inglaterra. Acho que a representação da mulher revela a opressão da época e percebo a “infecção da sentença”, à qual Emily Dickinson se refere.

    Mas adoro livros atuais também, apesar de não encontrar muitos na literatura brasileira contemporânea.

    Eu tento ser criativa e acho que consigo, aliás sinto que é um ponto bem positivo para mim! 🙂

    beijocas

  9. adriamaral Says:

    Cris, mas desse jeito eu vou acabar aparecendo nas tuas aulas, sou doente por Wuthering Heights é meu livro favorito! Já pensei em fazer um outro doutorado em lit. inglesa fora, mas a essa altura do campeonato que já me estabeleci em outra área complica. Temos que trocar umas figurinhas – e quem sabe até algumas bancas. um bjo

  10. cris s Says:

    Adri,
    what are you waiting for? com’on in, you’re just a few steps away, anyway. 🙂 Eu adoro analisar o Wuthering Heights, as irmãs Brontë e a ficção vitoriana, em geral. Semana passada dei a última versão fílmica do W.H. e a meninada amoooou o Ralph Fiennes, hehe, o maior sucesso.
    Não sabia que você curtia tanto a lit. inglesa. Sim, vamos trocar figurinhas e a questão de bancas de Mestrado, quase sempre convidamos a Denise G., tua colega e minha grande amiga. Quando tiver uma banca que entre na literatura, estamos aí. Não vamos perder o contato! bjs

  11. adriamaral Says:

    Bom, eu sou uma fanática por música inglesa, de onde veio meu fascínio pela literatura – elas tem tudo a ver, mas meu conhecimento nessa área é modesto e humilde pq aprendi sozinha lendo alguns livros (minha formação é em comunicação). Não sabia que tu eras amiga da Denise G., dia desses ela me mostrou uma dissertação ou tese – não lembro – da federal sobre Lord Byron, que eu adoro. Vamos conversando sim, temos q marcar um chá uma hora dessas e trocar umas leituras. bjao

  12. cris s Says:

    Adri,
    Sou bem amiga da Denise, pena que agora ela não trabalha mais no Curso de Letras, então nos vemos muito pouco, infelizmente. Eu adoro literatura e no Mestrado trabalho os textos a partir dos estudos culturais, que é o que eu gosto e acredito. Sim, vamos marcar algo quando sobrar um tempinho. Eu ando bem ocupada, mas sei que você é mais ocupada ainda!
    bjs

  13. lia Says:

    Gostei muito d etd por aqui…vou te linkar no meu Cotidiano.
    Abraços carinhosos

  14. cris s Says:

    Lia,

    Seja benvinda! Quando tiver um tempinho, passo para te fazer uma visita!

    Abraço,

    Cris


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: