O último pão

Janeiro 8, 2009

O pão que eu fiz hoje: broa de nozes, ou, como os franceses chamam, pain aux noix. Ficou muito saborosa, mas acho que eu deveria ter usado um pouco de farinha branca para que a broa ficasse menos compacta. Ou será que foi pouco fermento biológico? É que eu já ando alterando as receitas, mas não dá pra esquecer que fazer pão é mexer com processos químicos que são diretamente influenciados pela temperatura e humidade do ar. Nada que me desestimule: o próximo da fila será o  pão de bananas com nozes, que tem a maior panca de ficar delicioso.

broa-09

4 Respostas to “O último pão”

  1. Gi Says:

    Gente, eu tenho a maior curiosidade de saber como funcionam essas ´máquinas de fazer bolo.

    Cris, eu tinha essa mesma cafeteira; comprei em Paris, custou 30 euros. Junto resolvi trazer aquelas de ferver água, mas tinha esquecido completamente o fator voltagem. Resultado: meu pai não ligou nem para uma nem para outra que acabou voltando para lá e ficou com uma pessoinha-passé. Enfim, ressussitei a dita, a de café depois que meu pai morreu, e numa tentativa de economizar luz, mas cheguei à conclusão de que não gosto desse estilo, não gosto do sabor dos cafés nela. Dei para um dos porteiros de onde eu morava. Engraçado que eu só comprei isso em Paris porque tinha usado no lugar onde morei e adorei, mas combinava com o café San Marco. Aqui no Brasil gosto do Pilão mesmo e feito na cafeteira Melita, a simples.

    Sempre quando minha tia vai a Curitiba visitar minha prima, ela traz um café chamado Damasco, delicioso. Fui procurá-lo aqui, mas é difícil encontrar. Estive em Santa Catarina e trouxe um pra mim.

  2. Gi Says:

    Bonitinha e charmosa ela é, mas o gosto do café fica meio estranho, além do pó não ficar só embaixo; vai um pouco para a superfície, dependendo do tipo de café. Eu no futuro vou fazer curso de pão (massas de pão, croissants, etc), café e vinho; minhas três paixões. ;-)) Aqui no Rio tem a Escola do Pão: nunca fui. É caríssima, mas dizem que tem uns brunchs deliciosos. O problema é que essas coisas melhores são muito caras e todas na zona sul, mais para Ipanema, Leblon e Jardim Botânico e eu provavelmente terei de morar longe desses lugares. Por isso que desejo me mudar do Rio, porque não estou acostumada com zona norte e aqui as diferenças são incríveis. Não é como Sampa ou no sul que não importam muito os bairros. Não falo de periferia, claro.

  3. Edelize Says:

    OK, estou convencida. Máquina de fazer pão será a próxima aquisição!

  4. cris s Says:

    Edelize,
    Tenho certeza que vc não irá se arrepender. Vai fundo e depois posta as receitas! bjs


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: