decisions, decisions

Fevereiro 9, 2009

Assim como a passagem inexorável de um minuto para o outro, fevereiro substituiu janeiro como um vento austral que alvoraça todo os cabelos, os chapéus, as saias das moças, os papéis e os pensamentos. O que este vento inóspito soprou nas frestas das minhas janelas me lembrou das urgências da vida e trouxe a grande novidade – a parte mais importante – o que tenho que decidir e as mudanças que esta minha decisão poderão acarretar. Ai, ai, ai… Até acho que, por ter mudado tanto na minha vida, tenho um pavor real de qualquer tipo de mudanças. Quanto maior a mudança, maior o medo. Por outro lado, um resquício de sensatez me assevera que as mudanças  podem ser – geralmente – muito boas, sopram um ar novo na vida  e trazem perspectivas frescas. Mas o meu lado teimoso e temerário me diz não, não. Não de novo, não! Agora, nesta fase de sua vida, quando tudo estava  no seu devido lugar? Não há maior prazer do que abrir uma gaveta e saber exatamente o que você vai encontar. Esta sou eu agora, esta é a pessoa que eu quero ser sempre. A estabilidade (essa grande impostora) é tudo para cabecinhas como a minha. O outro lado diz, vá, mostre a tua coragem e se jogue – é assim que conseguimos as coisas, é assim que você sempre conseguiu.  O meu dia, feito joão-bobo, oscila entre o lado medroso e o destemido. Tenho pouco tempo para esta decisão em específico. Porém tenho outras, não tão preementes, de outra natureza e maior magnitude. Por enquanto, respiro fundo e corro pra tentar por a cabeça no lugar. Nem preciso falar que  ainda não consegui. Se lembrarem, torçam por mim.

mandala31

Eu adoro mandalas. A de cima eu escolhi hoje.

9 Respostas to “decisions, decisions”

  1. adriamaral Says:

    Oi Cris, mudanças são complicadas mesmo seja para o bem ou para mal. Estou na torcida. bjo..

  2. cris s Says:

    Adri,
    Nem fale, nem fale. Obrigada pela torcida, eu estou aqui entre a cruz e a espada tentando tomar a decisão.
    bjs

  3. Ana Says:

    Cris também tô na torcida, mas uma vez a decisao tomada seja qual for, vc vai se sentir bem, pq dai tem que executar. Força pra ti. beijos.

  4. Bergamo Says:

    Cris,
    Estou torcendo. E, compartilho com você o temor da mudança. Mas, ao mesmo tempo, acredito que somos seres altamente mutáveis e o que mais nos atemoriza é deixarmos a zona de conforto, o ponto de equilíbrio.
    Torcendo,
    Bergamo

  5. cris s Says:

    Ana,
    Obrigada pela força, mas eu não sei se vou conseguir decidir agora e daí não vai dar mais. Fazer o quê? Tem momentos que parece que tudo acontece ao mesmo tempo.
    Bjs

    Bergamo,
    Obrigada! Eu realmente odeio mudanças e adoro a minha zona de conforto. Só que a vida não é bem isso infelizmente…
    Abraço

  6. Edelize Says:

    Cris, seja lá o que for, o que importa é saber que a sua decisão será certa, e uma vez tomada, não adianta pensar no “what if”. Estou torcendo por você. Eu, por outro lado, adoro mudanças, amo de paixão… Força!

  7. Glau Says:

    Acho que neste momento poderíamos dar a mão e sair andando.. estou de mudança.. literalmente.. de casa, estado, trabalho.. menos de marido, ainda bem!

    Boa sorte – respira fundo e vamô que vamô!
    Prazer em conhecê-la,
    um bjo, Glau

  8. bellavida Says:

    Oi Cris, parece que 2009 vai trazer muitas mudanças. Que as suas tragam muitas alegrias : )

    bjs

  9. Cris S. Says:

    Glau,

    Feliz(es) mudança(s) para você e boa sorte! Obrigada pela visita!

    bjs

    Isabella,
    Muito obrigada! Espero que dê tudo certo!
    bjs


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: